quarta-feira, 22 de novembro de 2017

“Buzim” de Dom Basílio morre após sofrer grave acidente de moto

buzim
O jovem José Fernando Dourado Silva, conhecido popularmente como “Buzim” da comunidade de Poça de Osório, do município de Dom Basílio, sofreu um acidente de moto na noite do último domingo (19), quando retornava para sua residência. Buzim perdeu o controle de direção da motocicleta que conduzia, onde foi inevitável a queda. O capacete da vítima caiu e o mesmo acabou chocando a cabeça contra o solo. Fernando foi socorrido em estado grave e encaminhado para uma unidade hospitalar, porem não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na última segunda-feira (20), após ser transferido para Vitória da Conquista. Buzim era conhecido na região por jogar futebol e participar de vários campeonatos em toda região e também era músico e fazia parte da Banda Sabor da Bahia, Buzim tinha 27 anos e completaria 28 na data de 26/11, amigos e familiares estão comovidos com sua morte. Seu sepultamento será hoje (22/11), às 17 horas no cemitério local São João Batista. Buzim era muito conhecido e querido em sua comunidade e toda região.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Rui Costa anuncia mil vagas para concurso da Polícia Civil

Rui Costa anuncia mil vagas para concurso da Polícia Civil



Em mais uma edição do programa #PapoCorreria, transmitido ao vivo pela rede social Facebook, o governador Rui Costa confirmou a publicação do edital do concurso da Polícia Civil ainda este ano, na primeira quinzena de dezembro, e deu mais detalhes sobre o processo. “Me reuni nesta semana com o secretário da Segurança Pública, com o secretário da Administração do Estado e também com o secretário da Fazenda, e nós batemos o martelo, e o concurso público será realizado com mil vagas para a Polícia Civil, entre agentes policiais civis e delegados”, afirmou o governador. O Governador do Estado autorizou a realização de concurso público para contratação de mil novos policiais civis, atendendo a resolução número 433/2017, expedida pelo Conselho de Política de Recursos Humanos (Cope). O concurso vai abrir 880 vagas para investigador de polícia, 82 para delegado e 38 para escrivão. O edital de abertura para inscrição dos candidatos no certame está previsto para ser lançado na primeira quinzena de dezembro deste ano. O Cope é um colegiado consultivo e de supervisão que tem por finalidade estabelecer diretrizes e normas relativas à política de recursos humanos do Estado. O conselho é presidido pelo secretário da administração e composto por outros três secretários de estado, além do procurador geral e pelo superintendente de Recursos Humanos do Estado. A Polícia Civil solicitou a abertura do concurso para delegados, investigadores e escrivães em função da aposentadoria, exonerações e falecimento de policiais.  O pedido passou por análise da Secretaria da Administração quanto ao número de vagas disponível nas carreiras e pela avaliação da Diretoria de Planejamento Orçamentário, para verificar a disponibilidade orçamentária e financeira. Os estudos foram encaminhados ao Cope para subsidiar a decisão dos conselheiros. O Governador autorizou a realização do concurso, homologando a resolução do Cope.

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Aprovada em mais uma comissão da Câmara licença do porte rural de arma

Aprovada em mais uma comissão da Câmara licença do porte rural de arma


Foto: Reprodução
Projeto de lei (PL 6717/16) que cria a licença para porte de arma em propriedades rurais foi aprovado, por unanimidade, em mais uma comissão na Câmara dos Deputados, a de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. A proposta é de autoria do deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), com relatoria de Alberto Fraga (DEM-DF), ambos membros da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Para uso somente nos limites da propriedade, a licença visa a segurança no meio rural, por meio da defesa pessoal, familiar ou de terceiros, bem como a defesa patrimonial. Em sua relatoria, o deputado Alberto Fraga alterou a faixa etária de permissão do porte de arma rural de 25 para 21 anos e procurou deixar mais claro que a licença não será “uma análise subjetiva ao direito de legítima defesa por parte da autoridade competente pela emissão do porte”. Para Fraga, a medida é uma necessidade urgente do campo que tem instrumentos de segurança precários e com alta morosidade, aumentando a vulnerabilidade. Segundo Afonso Hamm, o projeto é de vital importância para garantir a vida de quem vive no meio rural. “O objetivo não é de armar o campo, mas criar condições de proteção a essas famílias residentes, produtores e trabalhadores rurais. A criminalidade migrou para o interior do interior e há um sentimento constante de insegurança”, destacou o autor do PL. Conforme o texto do PL, a licença terá duração de 10 anos e será concedida mediante apresentação documental, comprovante de residência ou de trabalho em área rural e nada consta criminal. A arma de fogo do titular será cadastrada e registrada no Sistema Nacional de Armas (SInarm) e o proprietário deve comprovar à autoridade responsável pela emissão do porte habilidade no manejo da categoria de arma que pretende usar. O projeto agora tramita em caráter conclusivo e será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Rio de Contas: Barragem Luiz Vieira tem apenas 16,83% de sua capacidade total


Em Rio de Contas, o Açude Brumado, também conhecido como Barragem Luiz Vieira, tem apenas 17.675.900 m³, o equivalente a 16,83% de sua capacidade total. O nível é um dos menores já registrados na barragem. Mesmo com as chuvas dos últimos dias, o volume acumulado não é suficiente para mudar o quadro de seca que atinge o município de Livramento de Nossa Senhora e região. De acordo com o Portal Livramento, até o fim do período chuvoso, no mês de março de 2018, a esperança é de que o volume da barragem aumente significativamente a fim de não prejudicar a fruticultura irrigada da manga e do maracujá nos municípios de Dom Basílio e Livramento.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Esgoto de Rio de Contas continua sendo lançado na “Cachoeira Véu de Noiva” de Livramento

esgoto-riodecontas

Um crime ambiental é um ato que viola e vai contra as leis impostas pelos governos acerca do meio ambiente. Entre as mais conhecidas formas de crime ambiental, estão a poluição atmosférica, que provoca a retirada dos habitantes das áreas afetadas, ou que cause danos diretos à saúde pública; causar poluição hídrica, que torne necessária a interrupção do abastecimento público de água de uma comunidade; e lançar resíduos sólidos, líquidos ou gasosos em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou regulamentos.
Confira na integra o vídeo da reportagem produzida por Rádio 88 FM e o Jornalista Raimundo Marinho, do Mandacaru da Serra.

Clube de Regatas Flamengo, fará seletivas para divisões de base em Brumado


O olheiro do Clube de Regatas Flamengo, Maurício Ferreira, estará em Brumado no dia 25 de novembro para realizar uma peneira com jovens atletas que tenham interesse em ingressar nas divisões de base do clube carioca. A seletiva conta com a parceria da Escolinha de Futebol Lusac e da organizada FlaBrumado. A peneira acontecerá no Estádio Municipal Gilberto Cardoso e será aberta para garotos nascidos entre os anos de 2002 e 2006. Mais informações pelos telefones: (77) 99981-4986 (Paulo Henrique) ou 99966-6438 (Alexandre).

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Piripá: Delegacia e carros são destruídos em protesto contra delegado

Foto: Reprodução
Em protesto contra o delegado Florisvaldo Nery da Cruz, a sede da delegacia de Piripá, sudoeste da Bahia, foi destruída na madrugada desta terça-feira (31). De acordo com o G1, o muro foi pichado, as instalações da casa foram destruídas, alguns objetos teriam sido roubados e viaturas foram queimadas na frente da delegacia. Alguns moradores apontam que o protesto ocorreu porque o delegado teria deixado de abrir de investigações, de enviar processos à Justiça e de efetuar prisões. De acordo com o delegado, o ato teria sido feito por pessoas ligadas a um grupo político após ele ter aberto investigação sobre corrupção na cidade. "É um movimento que começou pela Câmara (de Vereadores) e pelo Executivo contra o delegado", afirmou Cruz. Atuando na cidade desde 2006, o titular afirma que o problema é que ele não aceita propina e combate a corrupção. "E nesse combate a corrupção comecei a atuar e tive alguns resultados, inclusive busca e apreensão das pastas de documentos de prestação e contas do prefeito", disse. Durante o período em que trabalha em Piripá, Cruz já sofreu duas transferências de cargo na cidade e acabou voltando como titular em 2011. Para ele, a cidade não possui condição de combater a ocorrência de crimes. A delegacia não tem escrivão, possui dois policiais militares, uma viatura, um aparelho de fax e uma linha de telefone. "A ineficiência da Polícia Civil decorre da omissão do estado. Hoje sou reduzido como fazedor de ocorrência. Sou delegado 24h por dia, moro na cidade", informou ao G1.